Doenças

Como saber se o cachorro está com febre?

Como descobrir se meu cachorro está com febre

Você sabia que cachorros também têm febre?  E como saber se o cachorro está com febre? Em geral, é fácil identificar quando ele está com algum problema porque o cachorro tende a ficar quieto, sem energia e até mesmo trêmulo.

Só quem é pai/mãe de cachorro sabe o quanto é angustiante ver seu cão que costuma ser brincalhão abatido em algum canto e não saber o que fazer ou como ajudar.

É claro que em situações como esta devemos imediatamente levar nosso cão ao veterinário para uma avaliação com um profissional.

Posso adiantar que seu cachorro possa estar com febre devido a algum processo infeccioso ou até mesmo falhas no sistema imunológico.

Pronto, agora que o veterinário identificou o problema do seu cachorro, relatou o estado febril e você precisa continuar o tratamento em casa, o que devemos fazer para identificar se o cachorro ainda está com febre?

Qual a temperatura normal de um cachorro?

Para os cachorros, uma temperatura variando entre 37,5º a 39,3º é considerada normal! Ao contrário de nós, seres humanos, uma temperatura nesse nível já indica um estado febril muito elevado e pode ser bem preocupante.

Portanto, você deve se preocupar somente se a temperatura do seu animal estiver acima de 39,5º. Recomendamos que consulte seu veterinário nestes casos porque se a temperatura do cachorro chegar a 40º ele pode ter uma crise convulsiva.

Como saber se o cachorro está com febre?

Para descobrir se seu cachorro está com febre sem o termômetro observe os seguintes sintomas:

  • Focinho quente e seco (em alguns casos podem ter secreções);
  • Sonolência, desânimo, falta de energia, cansaço;
  • Tremedeiras (este é um indicativo de estado febril bastante elevado);
  • Orelhas Quentes;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Mal-estar;
  • Agressividade;
  • Tosse;
  • Perda de apetite;
  • Ingestão excessiva de água.

Apesar de termos citado focinho quente e seco, tenha em mente que somente este sinal não é um indicativo de febre, como a maioria das pessoas pensa. É preciso observar mais de um sinal para realmente ter uma suspeita de febre.

Se caso você observar outros sinais que não foram citados acima, é interessante compartilhar com o veterinário para auxiliar no diagnóstico do seu cachorro.

E se mesmo observando alguns sinais você quer ter certeza de que seu cachorro está com febre antes de levar no veterinário e pagar uma consulta em vão, você pode aferir a temperatura na sua própria casa.

Como medir a temperatura do cachorro com um termômetro comum

Não há necessidade de comprar um termômetro caro, feito especialmente para cachorros. Geralmente esses termômetros são iguais os nossos, então nossa única recomendação é que tenha um termômetro apenas para o uso do seu cachorro e outro para uso próprio.

Como medir a temperatura do meu cachorro com um termômetro?:

  • Comece agitando o termômetro, o ideal é que o nível do mercúrio esteja indicando no nível mais baixo possível de temperatura;
  • Lubrifique o termômetro, utilize vaselina ou algum outro gel lubrificante;
  • Coloque o cachorro deitado, se ele for muito agitado peça ajuda para alguém segurá-lo;
  • Introduza cerca de 1/3 do termômetro no ânus do animal e aguarde 1 a 2 minutos;
  • Cheque a temperatura indicada no termômetro;
  • Limpe o termômetro com papel e álcool, guarde-o no em loca, adequado.

Existem também alguns tipos de termômetros com uma tecnologia mais avançada que permitem até que você verifique a temperatura através da orelha do seu cachorro. É uma forma bastante prática, porém é um investimento desnecessário, afinal, este aparelho será usado poucas vezes.

Neste vídeo do canal no YouTube Perito Animal você pode ver na prática como medir a temperatura do seu cachorro:

Quando levar meu cachorro ao veterinário?

Agora que sabemos como aferir a temperatura do cachorro e qual valor é considerado normal, podemos ficar atentos aos sinais.

Se ele estiver com um comportamento diferente do normal e sua temperatura estiver próxima (ou maior) dos 39,5º é hora de visitar o veterinário.

Temperaturas corporais muito elevadas podem causar uma série de problemas para seu cachorro, além do mal-estar, em alguns casos podem ocorrer comprometimento de alguns órgãos vitais, resultando até em morte. Doença não é brincadeira!

Como ajudar meu cachorro que está com febre?

É desesperador ver um cachorro doente e não saber o que fazer, no impulso para tentar ajudar o pet, muita gente pensa em dar “algumas gotinhas” de dipirona, ibuprofeno ou qualquer outro remédio que nós, seres humanos tomamos para regular a temperatura corporal.

Isso é muito errado! Nunca dê remédios para o seu cachorro sem a prescrição de um veterinário. Um erro na dosagem ou um remédio que seja proibido para cachorros pode ser letal.

O melhor que você pode fazer é ofertar água fresca para o seu cachorro, mantenha-o hidratado e se prepare para visitar o veterinário. Se seu cachorro estiver recusando água normal, ofereça água de coco natural, este é um excelente soro caseiro além de ter um sabor gostoso.

Compressas geladas

Compressas geladas podem ajudar com a febre canina
Compressas geladas podem ajudar com a febre canina

Se você não conseguir ir ao veterinário com urgência pode tentar diminuir a febre do seu cachorro usando este método tradicional.

Molhe uma toalha ou pano em água gelado e torça bem até que pare de pingar, em seguida passe o pano úmido em volta das orelhas e patas do cachorro, isso ajuda temporariamente a diminuir a febre.

Com isso, você consegue ganhar algum tempo para levar seu cachorro ao veterinário.

Cachorro com febre e tremendo muito

Nesse caso é um forte sinal de que a febre está muito alta, dificilmente o cachorro vai querer tomar água, aconselhamos que coloque seu cachorro em uma caminha, travesseiro ou coberta deixando que ele fique confortável e tente se esquentar um pouco, não cubra o cachorro com nada pesado ou muito grosso, apenas um pano fino para cortar o vento.

Leve-o imediatamente ao veterinário!

O que causa febre no cachorro e como tratar?

Assim como para nós, existem muitos motivos que levam um animal a ter febre.

Os fatores mais comuns são infecções: auriculares, urinárias ou em outros órgãos vitais como rins e pulmões.

A infecção auricular é bem comum, geralmente cachorros que possuem rotinas de banho tendem a ter este tipo de infecção, por isso é importante não molhar a cabeça do cachorro, a água na orelha não sai e o ambiente se torna perfeito para fungos e bactérias.

Esse processo inflamatório pode afetar desde a parte mais interna até a parte mais externa do canal auditivo, você pode observar alguns sinais como: agitação da cabeça (seu cachorro fica chacoalhando a cabeça sem parar), vermelhidão, inchaço na aba da orelha e odor fétido.

Já a infecção urinária é mais comum em fêmeas e geralmente acontecem devido à presença de bactérias alojadas em algum órgão ligado ao sistema urinário (bexiga, rins, uretras). Seus sinais também são fáceis de identificar: incontinência urinaria acompanhada de dor, urina turva ou bem escura e com cheiro forte.

Outros fatores que causam febre nos cachorros:

  • Problemas dentários – Abscessos, dente solto, feridas, machucados e gengivites podem estar te alertando através da febre que algo está errado (e ás vezes você nem percebeu);
  • Problemas de pele – machucados, em geral na pele também podem causar febre, a febre é um sinal que o corpo dá que existe um problema e seus anticorpos estão tentando resolver;
  • Intoxicação – pode ser causada além da ingestão de alimentos proibidos (como o chocolate), cachorros curiosos que fuçam em tudo podem acabar comendo algum remédio ou até mesmo cachorros criados em locais com plantas, a proximidade com agrotóxicos e outros pesticidas também podem causar problemas sérios;
  • Vacina – geralmente os médicos veterinários alertam ao aplicar alguma vacina que o cachorro pode apresentar algum efeito colateral como, por exemplo, a febre. Neste caso não se preocupe, monitore o seu cachorro pelas próximas 48 horas, converse com seu veterinário que ele irá te orientar e receitar algum remédio para caso isso aconteça.

Tratamento da febre canina

Como tratar a febre canina
Como tratar a febre canina

O tratamento só poderá ser passado pelo médico veterinário, cada caso é único.

Dificilmente a febre vem sozinha por isso é importante uma consulta com um profissional para realizar exames e analisar o histórico do seu cachorro. Não dê nenhum remédio para seu cachorro por conta própria, peça ajuda para um médico veterinário, alguns erros podem custar a vida do seu cachorro.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *