Cuidados

Como acalmar cachorro com medo de fogos?

Meu cachorro esta com medo de fogos o que fazer?

O seu cão entra em desespero, e você não sabe como acalmar o seu cachorro com medo de fogos? Fique tranquilo (a) hoje iremos dar algumas dicas muito eficientes e que podem salvar a vida do seu amigo.

É muito comum encontrar um cachorro com medo de fogos de artifício. Rojões, tempestade de chuva e trovões, também são motivos de pânico para esses pequenos.

Todo tutor que ama seu cachorro com certeza sofre junto com o cachorro,  ver seu companheiro tremendo, chorando, latindo e se escondendo quando esses barulhos começam.

Em alguns casos o medo é tão grande que o cachorro pode ter convulsões, desmaios e em casos mais extremos o cachorro pode morrer.

Ninguém quer ver algo de ruim acontecendo com seu cachorro, né?

Então vamos aprender algumas dicas sobre o que fazer para acalmar um cachorro com medo de fogos de artifício, rojões ou trovoadas.

Por que cachorro tem medo de fogos?

Entenda o motivo do seu cacchor ter medo de fogos
Entenda o motivo do seu cachorro ter medo de fogos

Devemos entender que não são apenas os fogos de artifício que assustam um cachorro, rojões, chuvas fortes, ventania e trovões também podem ser motivos de pânico para esses animais.

Mas você já se perguntou porque os cachorros sentem medo de alguns tipos de barulhos?

Instinto

Esse medo pode estar ligado ao instinto que acompanha os cachorros, animais que vivem soltos em florestas, por exemplo, quando escutam um barulho muito forte (similar ao estouro de um rojão) entendem que algo grande se aproxima, geralmente uma tempestade, por essa razão eles precisam se esconder e se abrigar o mais rápido possível.

Ouvidos sensíveis

A audição também influencia, um cachorro tem seus sentidos mais aguçados que os seres humanos, seguido do olfato, a audição é uma delas. Um cachorro é capaz de ouvir barulhos 4 vezes mais distantes que nós.

Medo do desconhecido

Outro motivo é o medo do desconhecido, como já falamos anteriormente – Como fazer o cachorro parar de latir – barulhos estranhos e desconhecidos pelos cachorros pode ser motivo para ele entrar em alerta, se o som for muito alto ele poderá se sentir ameaçado e consequentemente, sentir medo.

Traumas e estresse

Em alguns casos os cachorros já conhecem o barulho dos fogos de artifício e rojões, mas odeiam estes ruídos. O estouro dos fogos pode ser um gatilho para gerar estresse e ansiedade nos animais, isso explica o porquê de alguns cachorros terem tremores e convulsões. Quando esses “espetáculos” começam, o cachorro se sente desprotegido e angustiado.

Luzes fortes

Não é só o barulho que causa pânico nos cachorros, as luzes fortes dos fogos de artifício ou de um raio podem ser assustadoras para o animal também.

Como ajudar e acalmar o cachorro com medo de fotos?

Agora que aprendemos um pouco mais sobre as possíveis causas do medo de um cachorro, vamos aprender como ajudar o cachorro a superar este trauma e se manter calmo em dias agitados.

Não abrace e nem dê colo para seu cachorro

Eu sei que é de partir o coração quando vemos nosso pet angustiado, mas é preciso ensinar que ele pode enfrentar seus medos e que algumas coisas não oferecem perigo para ele.

Abraçar o animal oferece proteção, dessa forma o animal acredita que sempre que ele se sentir com medo poderá ser protegido por você, portanto sempre que acontecer algo ele irá procurar pelo seu colo e pela sua cama.

Agora, imagine se em uma dessas situações você não esteja perto do animal para protegê-lo?

Isso poderá ser um gatilho para o cachorro entrar em estado de choque e pânico. O que é totalmente o oposto do que queremos.

Mantenha a calma

Os cachorros conseguem sentir quando estamos tristes ou felizes. Em uma situação de estresse é importante não demonstrar sentimentos negativos para não deixar o cachorro ainda mais aflito.

Demonstrar preocupação pode fazer o cachorro pensar que você também está com medo dos barulhos e isso irá assustá-lo.

Seja positivo nas palavras e atitudes, o ideal é continuar fazendo o que é de costume e ignorar os barulhos.

Deixe o cachorro a vontade

Nesses momentos de tensão é normal tentar deixar o cachorro confortável e tentar acalmá-lo, mas o melhor a se fazer é deixar o cachorro decidir o que é melhor.

Deixe que ele se esconda ou fique na caminha, a hora de ajudar seu cachorro não é durante a tempestade ou show de fogos de artifício.

Uma dica é preparar um ambiente calmo e seguro, um local onde você possa deixar janelas fechadas e se for necessário, feche a porta. Deixe esse ambiente preparado, água, comida e muitos brinquedos devem estar nele.

Adestramento

Para esse treinamento você pode contar com a ajuda de um profissional qualificado ou tentar aos poucos na sua própria casa.

Nos dias em que seu cachorro estiver tranquilo e relaxado coloque em volume baixo o som daquilo que assusta seu cachorro, deixe em um local que o animal consiga escutar.

Feito isso comece a agradar seu cachorro com, petiscos, brinquedos, se divirta com ele.

Com o passar do tempo comece a aumentar o volume e fazer sempre esse mesmo passo-a-passo.

Se sentir que seu cachorro está com medo diminua o volume e comece o treinamento novamente em um outro dia.

Esse exercício pode ser feito tanto com filhotes, quanto com cachorros adultos, ele serve para ajudar o seu cachorro a se sentir confiante e entender que os barulhos não oferecem perigo.

Faça esse treinamento sempre que possível, aos poucos quando vocês passarem por uma situação real o cachorro estará acostumado e ainda irá relacionar aqueles barulhos com um momento prazeroso que ele teve com seu tutor.

Com esse exercício você também pode ensinar o seu cachorro a conhecer outros barulhos e se familiarizar com eles.

Socialização

Assim como o adestramento, a socialização do animal é muito importante. Se possível ensine o seu cachorro desde filhote a experimentar novas experiências.

Para essa dica você só vai precisar de muito passeio. Leve seu cachorro para caminhar sempre que tiver um tempo livre.

Conhecer pessoas, ver outros animais e entender o mundo externo pode ser um grande passo para oferecer ao animal uma vida mais tranquila.

Procure um veterinário

Em alguns casos a situação do animal é mais grave e mais preocupante. Se tiver tentado ajudar seu cachorro seguindo todas as dicas acima e mesmo assim não obteve sucesso ou se o seu cachorro tiver tanto medo ao ponto de ter convulsões, procure ajuda de um médico veterinário urgente!

Nesses casos mais graves o ideal é fazer o uso de medicamentos ou calmantes. Para isso, somente um profissional poderá avaliar a gravidade da situação e receitar o medicamento correto para seu cachorro.

Jamais tente automedicar um animal em casa, é perigoso e pode causar problemas irreversíveis.

Colar anti-estresse

Atualmente você consegue encontrar no mercado, colares anti-estresse, esse dispositivo foi desenvolvido com base na técnica de Tellington Touch.

O colar anti-estresse ajuda a acalmar o animal em momentos mais tensos.

A coleira abraça o cachorro em pontos estratégicos mantendo-os com a sensação de segurança e proteção. É um ótimo acessório para se ter em casa.

Como adaptar um colar anti-estresse para cachorros?

Se você preferir, também pode adaptar um colar anti-estresse com uma toalha que você tenha em sua casa ou uma bandagem que você acha facilmente em qualquer farmácia. Confira:

Tellington Touch
Tellington Touch
  1. Primeiro passo: Dobre as laterais da toalha para reduzir o tamanho, se usar uma bandagem não será necessário, pois o tamanho já será ideal;
  2. Segundo passo: Coloque a faixa na altura do peito do cachorro, não deixe muito próximo do pescoço para não ter perigo de enforcamento;
  3. Terceiro passo: Cruze a faixa nas costas do cachorro, na região do dorso;
  4. Quarto passo: Em seguida, faça o mesmo processo, mas agora cruzando a faixa na parte inferior do dorso;
  5. Quinto passo: Suba a faixa novamente e de um nó firme, o laço deverá ficar na lateral do corpo do cachorro, jamais deixe o laço sobre a coluna do animal;

Por último, certifique-se de que a faixa está firme no corpo do cachorro, mas sem apertar nenhuma região. O cachorro precisa se sentir confortável.

É a firmeza da faixa que irá fazer seu cachorro se sentir seguro e calmo, se deixar muito frouxa não terá o resultado esperado e se deixar muito apertado poderá comprometer a circulação sanguínea do cachorro.

Recomendação para a técnica de Tellington Touch:

Teste a faixa no animal antes de qualquer evento estressante. Assim como alguns cachorros odeiam colocar roupinhas, prender uma faixa no seu corpo pode ser irritante, o animal poderá tentar tirar a faixa a todo instante e em uma situação estressante esse incomodo só irá piorar tudo.

Crie uma rotina, vista a faixa no seu cachorro em dias comuns, não espere para colocar apenas quando estiver chovendo ou tiver fogos de artifício, se fizer isso o cachorro poderá associar a faixa com algo ruim e todo o processo será prejudicado.

Vista-o com antecedência, se for um dia de réveillon e você já sabe que á 00:00 terá fogos de artifício, prepare seu cachorro, vista a faixa nele com pelo menos 30 minutos de antecedência.

Para finalizar, prepare os melhores petiscos e os melhores brinquedos. Agradar seu cachorro é sempre bom e deixa o animal contente.

Gostou das dicas? Comente aqui embaixo o que você faz para acalmar seu cachorro que tem medo de fogos de artifício ou outros barulhos fortes.

E não se esqueça, em dias de muito barulho, deixe seu cachorro dentro de casa e com a coleira de identificação, se por um descuido ele fugir será mais fácil encontrá-lo e trazer de volta para casa.

 

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *